"I store my knowledge in my friends"

A parte final do Séc. XX viveu o aparecimento de uma nova mentalidade, que ganhou força com generalização e implementação da Internet.

Essa nova mentalidade é denominada Partilha de conhecimentos.

O conhecimento que até aí estava limitado a quem possuía condições culturais, sociais e económicas vantajosas, passou a estar disponível de uma forma bastante mais acessível à generalidade da humanidade. A isso se deve em grande parte o nascimento de novas potências. Ninguém poderá omitir que os grandes centros mundiais de investigação estão cheios de novos investigadores, originários de países que á partida, nos seus sistemas de formação lhes seria negada a possibilidade de chegar a esses patamares de saber.

O conhecimento adquirido por esses novos investigadores foi muitas vezes consequência da partilha de conhecimentos obtidos através da internet, com a abertura que esta proporcionou a novos horizontes, novas culturas, a novas formas de pensar e de resolver problemas, pois sabemos que culturas diferentes resolvem muitas vezes o mesmo problema mas de outra forma.

Quando há alguns anos quando comecei a ter contacto com o mundo dos computadores, a maior questão que se levantou foi: “e agora como é, como é que eu vou resolver a minha falta de conhecimentos, no funcionamento destas máquinas”?

A resposta parece ultrapassada, mas não, aquilo que foi da maior importância nesses momentos, evidencia-se hoje mais actual do que nunca.

Foi a partilha de conhecimento entre amigos que me proporcionou o conhecimento de enfrentar o funcionamento do computador. Foi também esse conhecimento partilhado que desencadeou os mecanismos de procura de outras partilhas com outras pessoas, de outros saberes e culturas, nomeadamente através de fóruns de discussão de como resolver questões que de outro modo se mostrariam impossíveis de resolver. Tudo isto resultou também num acréscimo de auto-confiança, pois quando nos damos conta estamos a resolver problemas a outros, e daí resultam estados de alma bastante gratificantes.

Nasce assim uma consciência de saber colectivo em que todos têm a ganhar com a partilha de conhecimentos muitas vezes obtida também através da experiência, para que, quando alguém se esqueça de como é, outro o possa lembrar de como se faz. O aumento da importância do saber que resulta da experiência, torna-se assim um meio de recompensa ao indivíduo que procura e partilha o conhecimento.

Quanto mais conhecimento for obtido, mais poderá ser transmitido. Este torna-se assim duplamente vantajoso, pois é dinâmico e não estático. Este modo de actuar proporciona à sociedade um aumento exponencial e generalizado do conhecimento, de que são prova os avanços tecnológicos, em várias áreas, registados já no decorrer deste século.

Mas a partilha de informação e conhecimento não tem só aspectos positivos.

Existe um elemento, que pode influenciar toda esta ordem aparentemente positiva.

A sociedade!

Os comportamentos sociais das pessoas são nos dias de hoje cada vez mais incaracterísticos. Se por um lado a explosão das redes sociais convida as pessoas a partilharem conhecimentos umas com as outras, por outro a concorrência desenfreada e selvagem a cada posto de trabalho obriga a esconder saberes obtidos.

Nos conhecimentos de saberes sociais a partilha é normalmente facilitada pela necessidade de inclusão social, e refiro-me claramente ao conhecimento partilhado nas redes sociais, onde o conhecimento trocado pela generalidade dos utilizadores resume-se a entretenimento, passando largas horas em jogos e a juntar amigos, que nunca o serão numa corrida desenfreada para ver quem é que tem mais (“tão amigos que nós somos todos”).

Outra das partilhas que graça nas redes sociais é o da adesão a grupos que pretensamente defendem causa nobres, aliviando aí muitas vezes a frustração da falta de militância por essas causas. Tudo isto seria à partida “partilha de conhecimentos entre amigos” em que a união faz a força. Mas será?

O conhecimento partilhado nestas redes no geral pouco contribui para o desenvolvimento das sociedades, porque embora a internet tenha trazido um sentimento de partilha, todos gostam é de partilhar músicas, fotos, filmes, avatares, mundos irreais, trabalhos que os outros fizeram, porque quando toca a partilhar o seu conhecimento válido aí os seus comportamentos são diferentes. E não adianta afirmar o contrário.

Não preciso de ir muito longe para perceber este fenómeno.

Muitas vezes fazem-se perguntas sobre se já há matéria nova disponível para estudo, quando essas mesmas pessoas escondem dos outros aquilo de que dispõem. Com regularidade questionam-me o porquê de eu não partilhar nas várias redes sociais onde estou regularmente, jogos e outros adereços, mas são poucos os que reparam nos links de partilha para aprendizagem e consequentemente o cimentar de conhecimento, que eu vou publicando nessas redes, chegando até alguém a afirmar, que se calhar estou a mais, que não estou a ver bem para que é que aquilo serve.

E se as redes sociais têm na maior parte das vezes um papel negativo, quando usadas para a partilha de conhecimentos “úteis”, aí têm um papel significativamente importante na sua expansão, ao juntar pessoas de forma rápida em torno de conhecimentos adquiridos por outros.

O conhecimento é o bem maior do ser humano. O único valor que um ser humano leva consigo quando morre é o seu conhecimento.

Para que o mundo possa evoluir de uma forma inteligente e mais justo, a partilha de conhecimentos entre todos é o caminho da felicidade.

Nota: Este texto resulta da minha experiência pessoal ao longo de 12 anos de contacto e uso da internet. Participei em fóruns de discussão, partilhei conteúdos através de p2p, torrents, email e redes sociais.

Docente: Ana Loureiro

Discente: Rui Manuel Duarte Bexiga

maio de 2010

, ,

  1. Deixe um comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: